Hey pessoas, como vocês estão? Hoje é um dia muito especial para toda Colo de Deus, celebramos nossos 16 anos de história e ainda mais, comemoramos o dia de uma grande amiga: Santa Rita de Cássia. 

Nascida em 1381, na Província da Úmbria, Itália, Rita de Cássia vinha ao mundo marcando não só a história da Igreja, mas de muitos devotos e filhos espirituais. Filha única, seus pais eram bem religiosos e proporcionaram a Rita uma educação baseada nos bons costumes e na tradição cristã.

Quando completou 16 anos recebeu em matrimônio Paolo di Ferdinando, alcoólatra e de temperamento duro. Teve dois filhos que cresceram sob os cuidados da mãe solícita, aplicada e zelosa. Rita, paciente e resignada à vontade do Senhor lutou muitos anos pela conversão da sua família e por meio da sua constância, amor e doação pôde ver seu esposo convertido. Pouco tempo depois foi assassinado por antigos rivais o que gerou no coração dos filhos e de toda a família um sentimento de vingança.

Temendo que os filhos ofendesse a Deus matando o assassino do pai, Santa Rita pediu que o Senhor os tomasse para si e os tirasse dessa situação. Não demorou muito e os dois filhos caíram doentes, se converteram, perdoaram o criminoso e partiram para a eternidade.

Viúva, viu os caminhos se abrirem para outra direção e o chamado do Senhor ecoou mais uma vez em seu coração; Santa Rita desejou então entregar o resto dos seus dias a Deus, tornou-se religiosa agostiniana no mosteiro de Santa Maria Madalena, localizado em Cássia, Itália, onde viveu por 40 anos. 

Após 25 anos de entrega total ao Senhor na vida religiosa, Rita de Cássia passou a ter experiências místicas e por amar tanto o mistério da Paixão, o próprio Cristo imprimiu em sua testa o estigma de um de seus espinhos. O seu corpo passou a testemunhar a verdade que ela vivia em seu coração. Faleceu no dia 22 de maio de 1457 e sua fama de santidade já fora espalhada a partir daí. 

Santa Rita é conhecida como a padroeira das causas impossíveis. O que explica isso? Só o amor! Seu testemunho de entrega e doação naquilo que consiste a vontade de Deus mesmo em meio às adversidades e a excelência ao executar o estado de vida em que Jesus a chamara, possibilita a essa grande mulher a graça de alcançar facilmente o Coração de Jesus e conseguir d’Ele o que mais necessitamos. 

Para a Colo de Deus, celebrar a vida de Santa Rita não significa lembrar somente da sua festa litúrgica, e sim beber de todo o exemplo de vida e misericórdia na qual viveu. Ela não desistiu da conversão dos seus, nem dos perdidos que estavam ao seu redor, por isso foi muito amada por Deus e hoje merece as honras dos altares.

Que Santa Rita de Cássia nos ensine a sermos inteiramente entregues ao Senhor vivendo bem a nossa vocação!

Santa Rita de Cássia, rogai por nós!