With You

VERDADES

Somos catedrais bonitas;
Porém vazias.
Somos castelos ornamentados;
Que estão em ruínas.
Somos abrigo;
De corações feridos.
Fascínio;
Do Deus amigo.

 

Nós temos andado tão arrumados, posicionados a anunciar o Evangelho da maneira em que Ele deve ser anunciado, mas eu quero começar esse texto com um questionamento: Como está o seu coração?

Estamos tão preocupados em cuidar dos outros, mas andamos esquecendo de cuidar de nós mesmos. Queremos dar aquilo que não temos, queremos curar as feridas que ainda não foram curadas em nosso próprio peito. Somos uma geração que clama por cura, mas que não permite que o Pai toque nossas feridas. Você ja deve ter passado por isso, quando se machucou e seu pai foi tratar as suas feridas e primeiro as lavou, para depois poder enfaixar, deixando elas cicatrizarem da maneira certa. Cara, se você já passou por essa situação, sabe bem o quanto isso dói. E eu quero te dizer que se o seu pai nunca fez isso com você, Deus quer fazer, pois você é filho (a) Amado Dele, e Ele é real.

 

O Pai quer cuidar das suas feridas.

 

Nesses últimos tempos Deus tem movido muito o meu coração até a cura, e você deve ter percebido isso nos meus últimos textos da coluna. (Se não viu, essa é uma boa oportunidade de ir ver, HAHA). Enfim, por muito tempo eu guardei minhas feridas, até mesmo esqueci que algumas delas não cicatrizaram da maneira que deveriam; convenhamos, nós temos esse péssimo costume de colocar um sorriso frio no rosto e fingir que “tá tudo bem”. Teimamos em colocar uma máscara de fortaleza e esquecemos que somos sim vulneráveis e que temos sim nossas dores, feridas e preocupações. Não é errado se deixar transparecer ser vulnerável; é simplesmente humano.

Como já diz a minha baluarte Santa Teresa D`Ávila: “Não somos anjos”. A grande verdade é que somos um grande amontoado de carne, ossos, órgãos e sentimentos. (E põe sentimento nisso, no meu caso). Temos o péssimo habito de nos mostrarmos inabaláveis, até mesmo com Deus, temos nos esquecido de rasgarmos os nossos corações com o Pai e contar aquilo que dói em nós, as nossas fraquezas e as nossas misérias. Pedimos a presença Dele mas esquecemos de dizer as nossas verdades para Ele. Sinto te informar, mas não somos tão espirituais ao ponto que gostaríamos de ser. Mas não há problema algum nisso. Ei, tá tudo bem, Deus vai curar essa ferida aberta que jorra do seu coração. É só você deixar Ele tocar. Vai doer, vai até sair um pouco de sangue, mas vai valer a pena, porquê depois a dor vai passar e tudo vai ficar bem.

Deus quer cuidar de você, mas Ele só consegue cuidar de verdade, como um Pai, da maneira que Ele quer, quando nos assumimos e nos posicionamos como filhos; filhos verdadeiros e sinceros com o Pai.

 

Posso te dar um conselho? Foca em Maria, ela vai te ajudar a se posicionar como filho (a). Pede a ajuda dela, talvez seja a chance de você voltar até mesmo a se relacionar com a sua Mãe do Céu. Assim como Deus quer cuidar, Ela como mãe quer cuidar de você também, e te levar ao Filho, que fará você repousar nos braços do Abbá.

 

Eu convido você a fazer essa breve oração comigo:

Mãe, me ajuda a me ver como filho (a) autêntico (a) do Pai.

 

O Pai e a Mãe vão cuidar de você. Deus abençoe.

 

Leia tbm:

  • Maria Oliveira

    Que texto!!! 😍
    Amei!! Mais uma vez seus textos falando muito comigo! Que Deus o abençoe!

  • Joelly Karen de Maria

    Caraca Mateus. Era tudo que eu precisava ler hoje, que Deus te abençoe!

  • Jacqueline Inocêncio da Silva

    Sem palavras texto incrível! Que Deus o Abençoe

Scroll Up