Eu, particularmente, gosto muito quando paro para pensar sobre o que eu poderia fazer para me tornar um esposo e um pai melhor, ou seja, como posso me tornar um homem que se preocupa mais com a saúde mental, espiritual e humana da minha família.

Em alguns textos passados, eu já havia comentado com vocês sobre a importância do posicionamento do homem dentro de sua casa, e como isto influencia diretamente na masculinidade do homem e daqueles que o rodeiam, diante disto comecei a rezar e pedir a Jesus um direcionamento a respeito da minha conduta enquanto líder da minha casa e da minha família, e senti muito forte no meu coração de que o maior exemplo de liderança, em qualquer aspecto, é o de um pai de família.

Um líder de verdade é alguém que gera outros líderes, porque entende que o chamado dele é cuidar de gente sem receber nada em troca, bem como doar-se inteiramente por aquilo que ele acredita, de fato, como um verdadeiro chefe/pai de família que dá a sua vida por uma só questão: a salvação de sua família.

O pai de família que é um líder de verdade, busca sempre lutar para que sua família esteja sempre sadia, seja espiritual, mental ou humanamente falando. Essa força de lutar por aquilo que é dele por direito (sua família) está dentro do seu próprio coração, de modo que isto acaba se tornando um prazer e nunca um fardo para ele, e isto, está intimamente ligado ao chamado de todo homem, que é ser o provedor espiritual e material de sua família. Assim, fica claro que um pai de família e um ótimo líder, que entendeu o seu chamado, sempre dará o seu sangue por aquilo que acredita, ou seja, a salvação da sua casa.

Aqui na minha casa, eu, enquanto pai de família, me orgulho muito de Jesus ter me escolhido para ser esposo da Dayane, pai do Miguel e pai dos próximos filhos que Ele nos confiar, mas principalmente, me orgulho porque fui escolhido para ser um líder que gera outros líderes dentro da minha família. Sou pai do Miguel e eu estou formando ele no caráter do amor, que é cuidar de gente, porque é isso que o papai do céu nos ensina: somos gente imperfeita cuidando de gente imperfeita, e é isto que eu quero formar no coração dele com a minha vida e minhas atitudes.

Eu acredito que a liderança na família antes de ser espiritual, ela deve ser humana, sem entender as limitações e dificuldades humanas é impossível ser espiritual, afinal somos feitos de carne, carregando dentro do nosso coração o Espírito Santo, atendendo ao chamado se líder ouvindo o que o sobrenatural tem a nos dizer, e assim sempre agir como Ele nos ensina: no Amor.

Chegamos a um ponto muito importante, um bom líder cresce sendo corrigido no amor, pois somente com amor o ser humano consegue crescer, e crescimento com amor requer tempo, dedicação e podas,pois corrigir é com certeza uma das mais profundas formas de amar.

Por fim, é muito importante relembrar, ninguém cresce sozinho, todo mundo, seja líder ou liderado, seja pai/esposo ou filho, sempre terá a necessidade de ter pessoas ao seu lado para ajudá-lo a gerar seus liderados e sua própria liderança. Eu, graças a Deus, tenho minha esposa que me ajuda muito a crescer e me ajuda a ser podado, sempre que necessário. Todos que são podados, no tempo certo e na hora certa, crescem e dão bons frutos, um bom pai/filho/esposo é reflexo direto de um bom líder, e um bom líder é reflexo de quem ama muito.

O amor e o exercício desta liderança sempre te custarão muito, mas eu garanto, vale muito a pena doar a sua vida por aquilo que se acredita. Eu acredito na família e é por isso que eu dou a minha vida pela a minha.

Que Deus abençoe a nossa liderança, enquanto homens responsáveis por aquilo que Ele mesmo nos confiou: a família!