DANÇA

TESTEMUNHO GIANDRINE | DANÇA

Olá pessoal, bom… para começar meu nome é Giandrine Guedes de Pontes, sim esse é o meu nome kkk… sou horrível falando e escrevendo, deve ser por isso que Deus me fez ministra de dança né!? kkkk. Bom, mas vamos lá, tenho 20 anos, solteira e consagrada de Aliança da Comunidade Católica Colo de Deus e sim, sou irmã do Herrison…

Então… quando pequena eu nunca tive nenhum envolvimento com dança, a não ser aquelas apresentações que tinham no colégio, mas que eu raramente participava porque eles sempre escolhiam as crianças que tinham mais jeito com dança, e eu sempre fui a que não tinha jeito nenhum kkkk.

Passado um tempo eu comecei a fazer a catequese na paróquia da minha cidade e participar de um coral (eu cantando… claro que ia dar certo) kkkk, e o meu irmão tocava também nesse coral, ele já participava de grupo de jovens porque era mais velho e tals, então um dia eu fui também nesse grupo que ele participava, e lá descobri que a minha catequista participava de um ministério de dança, e NOSSA… eu achava o máximo, mas nunca me imaginei dançando, porque como falei, nunca tive jeito nenhum para dança… ahahahahha

Então um dia minha catequista me convidou pra uma reunião do ministério de dança novo que eles estavam montando, eu não sabia o que responder, aí ela falou que o meu irmão também ia então pensei se ele vai eu vou né!? (Mas ele levava jeito e eu não), depois dessa reunião entrei para o ministério Guerreiros de Elite. Cara, eu era muito dura e muito perdida, dei muito trabalho para as coordenadoras, mas fiquei no ministério por 6 anos.

No quinto ano que eu estava nesse ministério participei também por um pequeno período de um outro Ministério que estava se formando na cidade vizinha (Anjos da Vida) a pedidos da minha cunhada (Giulliana Cavalli). Ela era minha cunhada a pouco tempo, mas nesse período pude conhecer melhor a dança dela e ela, eu já conhecia a dança dentro do grupo de jovens e tudo mais, mas quando eu via ela dançar confesso que era diferente, eu via a entrega total do coração dela a Deus, o zelo que ela sempre teve pelo ministério e pelas coisas de Deus eu olhava e pensava “cara, o que essa menina tem?”, ela prende a minha atenção na dança dela, mesmo eu estando lá para ajudar ela no ministério, e cara, depois desse tempo ela foi uma inspiração, eu até brincava que quando eu crescesse queria ser como ela, mas era verdade…

Depois de um tempo nós conhecemos a comunidade (Eles foram um dia no grupo que a gente participava), então meu irmão e minha cunhada começaram a participar e a fazer o vocacional, mas eu nunca tinha ido lá, infelizmente eu fui para a comunidade só depois do falecimento da minha cunhada (Um dia eu conto sobre isso), mas aí conheci a Ayra e o ministério Miriã, conversei com a Ayra e ela já sabia que eu era ministra de dança e no momento eu estava na coordenação do meu antigo ministério, então resolvi tudo, entreguei a coordenação e comecei a participar da comunidade, a fazer as aulas de balé e participar dos ensaios com o ministério Miriã e fui surpreeendida com uma participação em uma ministração. Depois disso foram três meses em oração para enfim entrar no ministério Miriã (confesso que eu tinha medo de não me sentir preparada para o ministério de uma comunidade, o universo e a espiritualidade são totalmente diferente de tudo que eu já tinha vivido e imaginado).

Eis que começa a minha vida como real ministra de dança do ministério Miriã, quando entrei eu ainda era muito dura e travada, mesmo com todo o tempo de ministério de grupo de jovens, eu não tinha técnica nenhuma então com as aulas pude melhorar, adquirir técnica, e essa “técnica” não era para ser uma boa dançarina, uma boa bailarina, mas sim para melhor servir ao Senhor com o dom que Ele me deu. Desde o começo fui formada dentro do ministério, dia após dia, sempre aprendendo mais, a técnica é muito importante, porque muitas vezes nós pensamos “Ah! não faz mal ser uma coreografia fácil porque é para Deus”, mas aí sim como é para Deus que devemos ser melhor e dar o nosso melhor, Ele é o meu Deus e eu não posso dar qualquer coisa para Ele (Um ministro de música não vai lá pra cantar mais ou menos, um pregador não vai pregar mais ou menos), porque o ministro de dança vai dançar mais ou menos?

E a espiritualidade? Cara temos que reconhecer todos os dias que não somos nada, e quando rezamos com uma música para ministrar, sim rezar com a música, tive que aprender a fazer isso, na verdade fui aprendendo muitas coisas, uma das mais fortes, e mais difícil na verdade, mas muito incrível que aprendi foi que o ministro de dança deve primeiro converter a si mesmo com a sua dança, se a sua dança não converte o seu coração o que você espera passar para as outras pessoas? E como eu vou converter a mim mesmo com a minha dança? dançando no meu quarto, na minha intimidade com Deus, tendo intimidade com Ele, para ouvir o que ele quer.

Hoje eu danço sozinha, coisa que antes eu achava impossível, claro que eu ainda tenho medo, mas eu acredito em Deus e afinal o dom é Dele e para Ele né!? Então o que Ele me pedir eu faço. Aprendi muito sobre o espontâneo também, mas acredito que vão ter formação sobre isso e com certeza vai ser sensacional.

Bom… é isso, um pouco do meu testemunho, da minha história, bem resumida, Beijooooos.
Cuidem dos seus dons, e que Deus abençoe muito a vida de vocês!

Hey, antes de ir embora, deixa ai em baixo seu testemunho , queremos saber um pouquinho mais de você.

Leia tbm:

  • Sttela

    Que massa!!! ??????
    Me chamo Sttela Fabricia, serva ministeriada de música da Comunidade Católica Deus Conosco, de san martin – Recife/PE. O ministério de dança (chamado de artes, no grupo jovem que eu fazia parte) foi o primeiro ministério que eu me senti na presença de Deus. Sempre fui apaixonadas pela dança e estar ali me alimentava e me ensinava a me doar para os outros. E foi através da dança que me encontrei no ministério de música, isso porque sempre que havia uma música para criarmos alguma coreografia eu ficava viajando no que Deus queria me dizer através daquela música e isso despertou em mim uma intimidade maior com Deus. Acabei saindo do ministério da dança, inicialmente por motivos de estudo, e não retornei mais porque o Senhor me designou outra missão: servir através do ministério de música e dai por diante Ele foi e vem modelando meu coração.

  • Kércia Melo JS

    Que lindo testemunho, isso me motiva a um dia conseguir fazer uns passinhos, um dia fui dançar na igreja depois o padre ficou me zoando kkkkk foi engraçado, mais depois desse dia nunca mais insisti, sou dura feito pedra , sem ritimo sem nada, em fim kkkk amei o testemunho

  • vanikele

    Olá, amai o testemuno.
    faz um tempo que venho tentando assistir videos de dança da colo de Deus, Do ministério Miriâ, mais não encontro. tem disponivél em algum blog, ou página? amo dançar, não ministro ainda, acabei de entrar para o grupo de jovens do RCC e estamos nos organizando pra um ministério de Artes futuramente. organizo apenas pequenas apresentações, me espiro bastante na Colo de Deus. Bjs, que deus os abençõe cada vez mas…A paz De Jesus e o Amor de Maria!

  • Silvia Leticia Souza

    Lindo o testemunho!
    Eu não sou ministra de dança, mas de alguns tempos para cá Deus vem colocando forte em meu coração esse ministério e a cada dia estou discernindo o chamado de Deus em minha vida. Pois não conheço nenhum ministério que eu me identifique, mas aqui estou.. Eis aqui a serva do Senhor!

Scroll Up