NOVOS HORIZONTES SEM CATEGORIA

Ser humano ou não ser, eis a questão!

Ao longo de todos os meus não tão doce 22 anos de vida, eu constantemente refletia sobre a humanidade. Nunca me contentei com respostas simples ou com o fato de ter que entender somente o superficial, mas com o passar do tempo, com Deus, eu entendi que algumas respostas vêm de dentro. Dentro de mim.

É difícil aos meus olhos enxergar o ser humano como uma raça, feita de forma científica e condicionada ao evolucionismo, para povoar esse planeta, somente isso e mais nada. Hoje, o ser humano serve basicamente para produzir uma quantidade de material, de acúmulo para esse planeta. Quando tudo se for, restará o que produzimos. “Dessa vida, nada se leva…” quem nunca ouviu essa frase ao menos uma única vez?

Acontece que dentro da minha cabeça um tanto confusa e bastante viajante, existe um pensamento de que o ser humano foi criado para gerar e transformar, não matéria, pois eu acredito que elas são só um meio necessário de sobrevivência e não o fim útil do que viemos fazer no mundo. Produzir conhecimento, sabedoria, consciência, percepção de si e principalmente gerar almas renascidas em Jesus Cristo é o que deveria ser essencial. Estamos aqui para encontrar o caminho de volta ao céu e levar conosco o maior número de pessoas e é nisso que eu acredito.

Disseminaram por aí que a humanidade está perdida, o ser humano não presta e carrega consigo um caráter ruim. Você está extremamente fora do juízo se possui mais do que dois filhos ou um tanto quanto doido se possui 25 anos e ainda não está no trabalho dos sonhos. A vida é só mais uma, em que determinaram um preço. Quanto nós custamos para o Estado? O quanto eu estou em dívida?

Sim, você está em dívida. Só têm pago o preço para o cara errado.

Não sei o que fizeram com o ser humano. Eu não sei em qual parte da história nos tornamos máquinas de uso e consumo, não consigo me lembrar. Eu não sei o ponto exato onde a existência se resume em uma lista de tarefas bem-sucedidas e padronizadas, quando foi que um salário passou a definir o valor humano? Eu tento arduamente fazer memória de quando o ser humano se tornou tudo, se tornou grande, menos humano. Quando foi que deixamos de ter filhos e construir famílias porque não vale a pena ter um filho se não puder matriculá-lo em todos os mil cursos profissionais e de habilidades existentes por aí? Quando é que gerar (vida, alegria, amor)  se tornou tão menor do que aquilo que se pode dar, pagar, possuir e oferecer? Me dói pensar na humanidade como algo ruim, eu não consigo imaginar um Deus que cria algo errado. Eu acredito em cada alma, em cada um!

O coração de Deus anseia por seus filhos terrestres com amor mais forte que a morte. Entregando seu filho nesse único Dom derramou sobre nós todo o Céu. Tudo se empenha constantemente em favor da redenção do homem.  O valor da humanidade é medido pela cruz de Cristo em favor dos pecadores. O SER HUMANO VEM DE DEUS, a marca do pecado é que não é obra dEle. Ser santo não é nos privar e reter a nossa condição humana, mas sim,buscar dentro da nossa condição a melhor forma de exercer a nossa humanidade em Cristo Jesus.

Jesus declarou: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16)

Consegue mensurar tamanho amor? Somos chamados a ser SANTOS, mas antes disso a ser HUMANO e muito bem HUMANO, aqui mesmo, nessa terrinha. A humanidade de Jesus foi 100%, apesar de ter também 100% de Deus, Ele foi tentado, assim como somos. Nós fomos feitos a imagem e semelhança de Deus, então porque esquecemos isso e só olhamos para a parte escura que há em nós? Como se estivéssemos predestinados a um confinamento nessa terra e não como se estivéssemos aqui porque fomos libertos pelo sangue de Cristo na cruz.

Em três anos de peregrinação, Jesus conseguiu arrastar com Ele uma multidão, realizar milagres, curas, livramentos, cumpriu profecias e salvou milhares de almas que já estavam condenadas a solidão, julgamento e morte; E nós? Estamos trabalhando incansavelmente por um salário em troca de gastar o nosso suado dinheiro em cursos, títulos e medalhas que provam quão capazes nós somos. Quando na verdade ao fim da vida, só vai conosco a nossa essência, quem somos e o que fizemos por nós e pelos outros. Já pensou, o que você é capaz de fazer pelo reino de Deus com as suas características e com o auxilio de tamanha tecnologia que há hoje?

Das coisas mais lindas que eu já experimentei ou que fizeram por mim, nenhuma delas foram palpáveis. Quanto mais eu tenho tentado buscar a Jesus, mais Ele tem me falado que o que eu mais necessito, é buscar a minha humanidade. Quem foi a Morgana que Ele criou para essa Terra? Quais os sonhos Ele quer pra ela? Como Ele desejou que ela fosse? É voltar para dentro de si e buscar na prática responder a essas perguntas, encontrar a forma que possa ser, com ação do Espírito Santo, a imagem e semelhança de Deus. Eu tenho percebido que quanto mais busco a minha humanidade e quem eu sou é quando mais me aproximo de Jesus e de como Ele foi aqui na Terra. Quando eu fujo e nego a humanidade, estou negando algo que Ele mesmo me condicionou, e assim me afasto. Quando me afasto eu me perco e isso é um baita de um problema!

Eu acredito que buscar a santidade aqui na Terra  é doar a nossa humanidade (sentimentos, capacidade de pensar, dar a volta por cima, sentir, executar, criar, transformar, poetizar, dar vida, sofrer, praticar…) em prol do Reino de Deus, honrar o preço que foi pago por nós e produzir esperança ao coração das pessoas e ao nosso.Com a certeza de que valemos mais do que uma tabela de preço de mercado. Amém?

Quero propor a vocês um desafio, colocar em um papel as características mais humanas que vocês possam encontrar em si mesmos e todos os dias se lembrar de fazer uma oração pedindo a Jesus que você não as perca, somente descubra como alinhá-las a humanidade e a vontade do próprio Jesus! DESISTIR DA SUA HUMANIDADE É DESISTIR DA SUA CONDIÇÃO, DE QUEM VOCÊ É. E depois partilhem aqui como foi a sua experiência, eu quero mesmo saber!

 

Ei, existe muito de Jesus no pouco que você é.

 SEJA HUMANO.

Leia tbm:

  • Kézia Pedroso

    Nossa. Eu precisava ler isso. Obrigada por esse texto.

    • Morgana Ribeiro Dantas

      Oi Kézia, é bom quando a gente lê algo que se identifica, né? Dá uma acalmada ao nosso coração! Continue acompanhando a gente, é bom saber que esse trabalha faz bem pra alguém. Deus abençoe!

Scroll Up