Bom seja lá qual for o período do dia em que você esteja lendo esse texto.

Confesso que demorei cerca de um mês ou mais pra escrever esse segundo texto, também confesso que me encontrei em uma pequena crise ao pensar no tema dessa coluna, e não me ver tão no contexto. Mas eu não sou tão relapsa assim, tenho outros dois textos na manga, pode ser que a qualquer momento eu sinta que é o tempo certo de dar ele a vocês, eu acho que da mesma forma como eu preciso escrever, eu preciso estar atualizada conforme o mover do Espírito em mim, afinal, eu preciso estar em paz conforme o conteúdo que entrego a vocês, concordam?
Então, dentro desse mesmo papo quero deixar claro que vamos sempre bater um papo nesse blog, nunca minha opinião será absoluta, eu espero muito que vocês gostem dessa maneira de lidar com essa coluna, porque eu particularmente me sinto livre levando dessa forma! A liberdade é uma das alegrias do evangelho! rs

Hoje pela manhã tive um papo absurdamente bom com um amigo meu, falamos sobre a vida, parece que depois que passamos dos vinte anos nós começamos a gostar de falar sobre esses papos, que antes eram totalmente ilusórios, o engraçado que quando eu era mais nova e conversava sobre esse assunto, eram somente sonhos de adolescentes imaturos, mas hoje é diferente.

Partindo do pressuposto de que estamos falando da vida adulta, vamos começar essa conversa! Começarei com a nossa conclusão: Óh céus, quanta desconstrução! Enfim, já perceberam que a vida parece ser uma “eterna” resolução de problemas? Parece que nós vivemos pra isso, pra resolvermos os b.o’s da vida! Crendjos pai!

Sério, parece que a gente vive com problema, às vezes é difícil lidar com a nossa própria vida, ainda mais quando você decide ser cristão, parece que o nível do rolê cresce e tudo fica mais complicado ainda. Não, sério! Vamos lá, essa é a hora que você se identifica com essa que vos escreve: Você já sentiu que está fugindo dos seus problemas? Como se você já estivesse cansado(a) de tanto tentar que as coisas dêem certo, e em grande parte, se for como eu, em todos os casos, é você quem se sabota?
Eu cansei, e toda vez eu percebo que existe alguma coisa dentro de mim que precisa ser mudada, é sempre aquela frase ecoando dentro de mim: EU PRECISO MUDAR !

Essa é a minha crise em não querer escrever nenhum texto. Como eu vou escrever sobre a alegria do evangelho, se eu percebo que com os meus 23 anos de idade eu posso não ter a mínima ideia do que eu estou fazendo com a minha vida? Logo eu que imaginava saber tudo sobre mim. Gente isso é desesperador!

Mas vamos lá, será que todo mundo sabe? Será que todo mundo se conhece? Não peraí, se eu começar dessa forma vou basear a minha vida no padrão do “todo mundo”, Deus que me livre. Mas pode ser que seja bom olhar pro lado e ver se as outras pessoas sentem isso também. Enquanto eu conversava com o meu amigo, percebi que ele também passa por isso, acredito que você também. Percebi de que isso é a vida! Uma coisa que eu preciso passar!
Você não passa a ser uma pessoa adulta, que resolve todos os seus problemas e tem uma vida alinhada com quem você é e o que está vivendo de uma hora pra outra, isso leva tempo. De qualquer maneira não foi isso que me deixou bem. Mas, eu percebi que só estou buscando paz, me sentir em paz. Eu só me sinto em paz quando eu sei que estou fazendo as coisas certas, eu sei que o certo é viver a vontade de Deus, isso me deixa em paz. Mesmo que eu não tenha um sorriso orelha a orelha em meu rosto, eu me sinto alegre, do tipo: TÁ TUDO FLUINDO.

Continuo com essa crise, acabei percebendo que tudo o que estou passando é uma fase de amadurecimento, crescimento. Jesus me fez lembrar exatamente neste instante de que eu pedi isso em muitas das vezes em que conversamos, na linguagem correta, em que eu rezei, rs. Que paz senti em meu coração, saber que eu não estou passando por isso atoa, até quando eu penso que estou perdendo tempo com crises totalmente insignificantes, meu Jesus me mostra que eu apenas estou sendo cuidada.
Que alegria saber que eu sou cuidada por um Deus que é muito maior que eu, o evangelho nos garante que Jesus está no barco, tá tudo bem, estamos vivendo o evangelho, e que medo eu tenho de não viver mais por Ele.

Que o Senhor encha seu coração de paz, e suas atitudes te ajudem a chegar neste estado.
Estou alegre, porque estou em paz.

Fique bem, tá? Beijo !