E ai Galera!
tudo certo?

Foi a missa ontem né?
Já pensou na sua penitência dessa quaresma?

Ficou sem refrigerante? doces? Redes Sociais?

Decidi ficar sem Instagram estava tomando muito meu tempo, e tirando o tempo de me dedicar aos meus estudos e a minha espiritualidade.

Qual foi a sua penitência?

Nessa semana o tema será: Em Ordem de Batalha e olha só Deus é providente ! Precisamos estar em ordem de batalha inclusive nessa quaresma, no tempo de silêncio e de reflexão.

Em um momento de oração durante uma pregação, o Senhor me concedeu uma imagem :

” Num batismo, derrama-se azeite que cai sobre a cabeça, os ombros, os braços e o torax, descendo por todo o corpo. Em seguida, desce uma couraça, uma armadura do guerreiro”.

Essa armadura de guerreiro, essa couraça, esse escudo, não são apenas exteriores, postos sobre nosso corpo. Eles penetram em cada um de nós. A palavra que me vem é esta : “ Eu vos batizo, constituindo-vos guerreiros”.

Você está num panorama de guerra. Não se trata de um pastor romântico, mas de um pastor que dá a vida lutando pelas suas ovelhas; um pastor que não quer mais ver suas ovelhas roubadas, assaltadas, levadas à perdição; um pastor que sabe que existe um ladrão, ou melhor, que existem ladrões levando as ovelhas, assaltando o aprisco, o redil onde elas se encontram.
É preciso entender a figura de pastor guerreiro. Pode parecer estranho: “guerreiro” e “pastor”. Mas é isso mesmo. É a figura de um pastor guerreiro. Em breve, veremos a vitória desse Pastor guerreiro. Por enquanto, vemos a guerra, e nós somos o objeto da guerra. Jesus está lutando por nossa causa. A grande verdade é está: Jesus está lutando por minha causa. Faça esta oração:

É por mim que o Senhor está lutando. É por minha causa. Ti assumiste uma guerra, uma batalha por mim que sou a Tua ovelha. Obrigado, Jesus. Obrigado por que estás lutando por mim.
Luta, Senhor! Eu preciso. Tenho sido uma ovelha muito ingênua, ingênua demais. Tenho me entregado na mão do lobo, por ingenuidade. Tenho feito o jogo do lobo, tenho me entregado facilmente.
Muito obrigado, porque o Senhor luta por mim e pelos meus. Obrigado Jesus! Obrigado, meu Bom Pastor, que estás lutando por mim, Tua ovelha.

A parábola do Bom Pastor fala das nossas origens. Quem entrou no redil como ladrão, não pela porta, mas saltando por cima, buscando uma brecha? Foi satanás.

A Sedução do príncipe deste mundo
Deus criou este mundo e colocou o homem para governa-lo. Mais do que isso, fez do homem Seu filho muito amado. Como Pai entregou o governo deste mundo aos Seus filhos: à criatura humana. Havia uma intimidade entre Deus e o homem que Ele criou. (se por algum motivo você estiver sem essa intimidade esse é o momento ideal para isso!) Além dessa amizade, havia um destino eterno para a criatura humana.
Deus queria o homem com Ele depois, na eternidade. Na vida eterna. Nos céus. Ele começaria nesta terra e chegaria com Deus ao céu. Satanás foi tomado de uma terrível inveja. Sentiu ciúmes do homem. Como ele perdera seu lugar no céu, por orgulho, por vaidade, por desobediência e rebeldia, agora não suporta ver o homem recebendo de Deus o dom que ele mesmo perderá.
Toda pessoa que perde acaba ficando despeitada. O despeito faz coisas terríveis! Foi o que aconteceu com satanás que entrou nessa terra para enganar o homem entrou sutilmente por uma brecha. Não entrou pela porta, mas pela brecha. Assumiu o corpo de uma serpente e foi conversar com Eva, porque a mulher é mais sensível; não é menor que o homem, mas é mais sensível. (Veja, quando uma mulher toca e toca bem, vemos isso na prática que elas são mais sensíveis!)
Precisava de alguém sensível que entendesse as coisas por intuição… Pela astúcia da serpente, a mulher caiu achando que Deus era um espertalhão: Deus a proibira de comer os frutos da árvore do paraíso, porque se ela e o homem comessem os frutos da árvore do paraíso eles seriam deuses: teriam conhecimento do bem e do mal.

A luta está travada
Se o seu pai entrega ao bandido as propriedades que você tem como herança de família, você sai perdendo. Se o pai se junta a traficantes, que começam a dominar, a família inteira, todos os seus descendentes vão ser atrelados aos traficantes. Quem dá as cartas é o traficante.
Quando o homem entregou o ouro ao bandido, Deus prometeu a salvação por intermédio de uma Mulher:


“ (Gn 3, 15)
A serpente, satanás, entra neste mundo ilegalmente. Esperta e astuta, rasteja convence o homem e o domina. Enquanto isso, o Pai quis que Seu Filho viesse, em carne humana, sendo concebido e gerado no ventre de uma Mulher. Dado à luz por uma Mulher, amamentado por Ela, crescendo e sendo educado por Ela até a cruz. Graças a Deus, aos pés da cruz estava aquela Mulher. ( Ah mamãe! Ah Maria!)

Consegue ver o tamanho da responsabilidade que você musico ministro de música leva ao assumir esse chamado?

Aproveite essa quaresma e faça uma penitência pura e verdadeira consigo mesmo e com Deus.

Até semana que vem!