ESPIRITUALIDADE DO CASAL

A IMPORTÂNCIA DA COMUNHÃO ENTRE OS CASAIS

Hoje, vivemos em uma sociedade que não pratica a comunhão entre pessoas, vivemos em um tempo no qual o isolamento e o egocentrismo reinam. Somos chamados a ter contato com as pessoas, buscar comunhão, relacionar, sermos próximos das pessoas.

Eu, no início da caminhada com Jesus, passei a ter uma vontade maior de estar próximo das pessoas, de querer cuidar delas, saber da vida delas. Foi quando, de fato, eu descobri que, para ser um bom cristão, eu precisava de duas coisas: um encontro verdadeiro com Jesus e falar para os meus irmãos as consequências que esse encontro proporcionou na minha vida.

Entretanto, para isso acontecer eu precisaria ter contato com diversas pessoas, de diversos pensamentos. Pude, então, entender que, para ter essa comunhão, era preciso que eu bebesse da vida das pessoas e que elas bebessem da minha. Ali, nasce um relacionamento uma amizade.

Nessas observações e, conhecendo outras histórias, eu, enquanto casado, pude ver como é importante que um casal tenha amizade com outros casais. Por mais difícil que possa ser para alguns casais, é necessário que o casal partilhe com outros casais, porque, por mais que uma pessoa solteira tente ajudar, é diferente, são objetivos de vida diferentes, é uma vida diferente que somente quem está vivendo na prática poderá entender. Quando conseguimos encontrar casais que estão em busca de Deus, em busca da santidade, as partilhas acabam apresentando pontos em comum, a partir de pontos comuns, uma amizade surge, em Deus e profunda.

Hoje eu vivo um tempo novo na minha vocação, tenho conhecido casais que se tornaram amigos próximos devido ao convívio, partilhas das experiências que tiveram com Jesus e experiências de vida mesmo. O desejo de querer ser santo é perceptível, é motivador, isso me leva a ter esperança no coração, ser santo junto com meus irmãos, que vivem a mesma vida, no mesmo estado de vida. Isso dá um peso maior na minha vocação, me lembra do quanto eu me sinto muito feliz por tudo que Jesus tem feito no meu matrimônio e hoje, mesmo em missão, estou vivendo o que de fato Jesus me chama a viver junto com a Dayane, minha esposa. Estamos vivendo um processo de doação das nossas vidas para alimentar outras vidas espiritualmente, e isso nos alimenta enquanto casal. Somos missionários e viver a missão com a minha família é uma alegria imensa, enquanto homem casado e enquanto pai.

Eu quis partilhar esse momento com vocês aqui no blog porque tudo isso tem sido muito importante para a minha vocação.

 

Espero que essa partilha edifique seu matrimônio.
Deus abençoe!

Leia tbm:

Scroll Up