Gente, primeiro texto do ano da nossa coluna, e eu pensei em partilhar algo bem legal com vocês. As fases de desenvolvimento da criança e sugestões de evangelização para cada faixa etária. Quem exerce o ministério infantil sabe o como é difícil atingir todas as crianças, isso as vezes ocorre por não compreender as potencialidades e limites da criança de acordo com a sua idade.

O legal é que  mesmo que você não atue diretamente com a evangelização de crianças, mas tem filhos, também irá lhe ajudar a compreender melhor cada fase do desenvolvimento infantil de uma forma simples e objetiva.

Mas por que isso é importante?

As vezes penso que poderíamos ser bem mais eficazes na evangelização se nos debruçarmos para compreender melhor a pessoa humana.

Óbvio que cada ser é único, possui uma história, um contexto cultural e social, uma estrutura familiar, uma criação diferente, e todos esses fatores contribuem em sua formação.

Mas tem aspectos que se compreendidos facilitam muito no entendimento de algumas reações dadas pela criança, e até mesmo o como agir diante de cada faixa etária.

Por exemplo, não adianta querer fazer uma pregação para uma criança de 4 anos e outra de 10, usando do mesmo tempo, vocabulário e recursos, pois estão em “fases” diferentes, o tempo de concentração na infância varia muito de acordo com a idade, além dos interesses serem distintos.

As vezes planejamos tanto um encontro para crianças, achamos que irá dar super certo, e no fim, nada ocorre como esperamos, talvez a dificuldade está nessa compreensão do que fazer, e de que forma fazer de acordo com a idade de cada criança.

Mas desde já quero deixar bem claro, cada criança tem seu ritmo, cada criança é uma criança! As vezes temos o péssimo habito de fazer comparações, de olhar para nossos filhos e ver o que outras crianças conseguem fazer e ele não!

Então, nos próximos textos quando falar sobre cada fase, não fique preso nas idades, mas sim, no processo como um todo. Em um percurso que cada criança vai percorrer, mais cedo ou mais tarde.

Tem crianças que começam a andar com 10 meses, outras com um ano, outras com um ano e meio ou mais….  por vezes ficamos presos ao tempo, e esquecemos de valorizar as conquistas, cedo ou tarde elas vem! É assim com as crianças, é assim com os adultos! É assim na vida de todos nós!

No próximo texto falaremos sobre o desenvolvimento da criança de 0 a 3 anos, e algumas sugestões de propostas de evangelização nesse período. Você acha que são muito pequenos para isso?? Espere e irá se surpreender!