SÉRIE: SANTA TERESA DE CALCUTÁ VIDA DOS SANTOS

MÃOS PARA SERVIR E CORAÇÃO PARA AMAR (A DISPOSIÇÃO PARA O CAMINHO DE SANTIDADE)

Renunciou à sua própria luz interior para iluminar os que viviam na escuridão, dizendo: “Sei que não são mais que sentimentos”.

A missão de Santa Teresa foi marcada de renúncia e resignação em favor do próximo, como ela dizia as irmãs “o amor verdadeiro fere. A cruz feriu Jesus.” Interiormente, ela não foi movida por sentimentos e consolações, mas por amor a Cristo e as almas. Sofreu muito, e em silêncio, com uma escuridão interior, isto é, como parte da missão de unir-se a Cristo no mistério da Cruz, foram mais de 50 anos de escuridão e abandono que sentia depois de receber o que ela denomina “um chamado dentro do chamado” para sair das Irmãs de Loreto e fundar as Missionárias da Caridade. Isso não era motivo para lhe faltar um sorriso e uma ternura divina para com todos que encontrasse. Na página oficial do Vaticano foi definida como uma mulher “de pequena estatura, mas firme como uma rocha na sua fé”.

“A sua experiência da escuridão na união é sumamente rara, inclusive entre os santos, pois para a maioria o final é a união sem escuridão.”

O seu sofrimento, então – utilizando o termo do teólogo dominicano Reginald Garrigou-Lagrange –, deve-se mais aos pecados dos outros do que ao caráter purificador dos seus próprios pecados. Está unida a Jesus com uma fé e um amor capazes de levá-la a partilhar a sua experiência do Getsemani e da cruz (Pe. Brian Kolodiejchuk)”.

Como parte da vivência do seu carisma ao serviço dos mais pobres entre os pobres, ela viveu um sofrimento redentor, sendo não somente um modo de assemelhar-se com a pobreza física e material, mas, no contexto interior, experienciava com os não amados, sozinhos e os que são rejeitados.

“Se eu alguma vez vier a ser Santa – serei com certeza uma Santa da “escuridão”. Estarei continuamente ausente do Céu – para acender a luz daqueles que na terra se encontram na escuridão.”

O legado da vida espiritual que Santa Teresa de Calcutá nos deixou está implantado nos ensinamentos de Jesus, abrangido no Evangelho de São Mateus, “Em verdade, em verdade vos digo: todas as vezes que fizestes isto a um dos menores dos Meus irmãos, foi a Mim que o fizestes” (Mateus 25, 31-46). A obra não era movida por um trabalho social, mas pela contemplação de Jesus em cada pobre, quando saiam nesta missão elas não esperavam as pessoas as procurar, mas as amavam e acolhiam na prática do encontro.
No ano de 1979 recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Neste mesmo ano, o Papa João Paulo II a recebeu em audiência privada e a tornou sua melhor “embaixadora” em todas as nações, fóruns e assembleias de todo o mundo.

Com saúde debilitada, e após uma vida inteira de amor e doação aos excluídos e abandonados, Madre Teresa foi encontrar-se com o Senhor de sua vida e missão no dia 5 de setembro de 1997. Sua despedida atraiu e comoveu milhares de pessoas de todo o mundo durante vários dias.

O milagre de Madre Teresa

Madre Teresa foi beatificada pelo Papa João Paulo II no dia 19 de outubro de 2003, no dia Mundial das Missões, sendo que em 2015 a Igreja abriu caminho para a canonização da beata após declarar como milagre a recuperação do brasileiro Marcilio Haddad Andrino, que tinha múltiplos pontos de inflamação no cérebro.
Quando Marcílio sofreu em 2008 os abscessos cerebrais, dos quais médicos disseram que ele não iria se recuperar, sua família rezou para Madre Teresa. Ele conta que seu estado de saúde piorou ao ponto de ter sofrido para conseguir andar ao altar durante seu casamento, em setembro de 2008. Em dezembro foi levado inconsciente para hospital. A esposa Fernanda Andrino disse que colocou toda sua força na oração.

O brasileiro estava com uma cirurgia cerebral marcada mas acordou sem dores de cabeça pouco antes da operação. O médico se mostrou surpreso com a rápida reversão do caso e afirmou que a cirurgia não seria mais necessária. Marcilio estava curado. Os médicos dizem que não há explicação científica para o caso, que estava quase sem chances de cura. Marcílio diz não ter nenhuma dúvida que Madre Teresa intercedeu por sua cura e fez um milagre em sua vida (texto Milagre de Madre Teresa salva brasileiro por Portal de Noticias RMC)

No dia 04 de setembro de 2016 foi canonizada pelo Papa Francisco que afirmou sobre “a sua missão nas periferias das cidades e nas periferias existenciais permanece nos nossos dias como um testemunho eloquente da proximidade de Deus junto dos mais pobres entre os pobres. Hoje entrego a todo o mundo do voluntariado esta figura emblemática de mulher e de consagrada: que ela seja o vosso modelo de santidade!”

Leia tbm:

Scroll Up