ESPIRITUALIDADE FORMAÇÃO

Como vivenciar a Semana Santa

Finalmente estamos vivendo a Semana Santa. A Semana Maior, onde nós, Cristãos Católicos vivemos com uma maior reverência tudo aquilo que é vivido por gerações a séculos, segundo a tradição judaico-cristã, nesta semana, termina-se o Tempo da Quaresma e inicia-se o Tempo da Páscoa. A Semana Santa encerra-se na Festa da Páscoa e é daí que começa toda a história. O povo de Israel era um povo escravo do Egito e de seu Faraó, porém era um povo escolhido por Deus. Após muitos anos sofrendo, Deus resolveu intervir na história daquele povo libertando-os das mãos do Faraó. E isso se deu numa noite de lua cheia e eles não precisaram de tochas e não foram vistos pelos guardas. Foi a noite da primeira lua cheia da primavera. E é por isso que a Páscoa é uma data móvel, e a cada ano celebramos em um dia diferente, pois a celebramos no primeiro domingo após a primeira lua cheia da primavera. Jesus Cristo ao decidir a sua “hora” escolheu justamente a festa da Páscoa de Israel, para nos salvar, morrendo na Cruz por amor a nós. Um amor mais forte do que a morte, que ressuscitou no terceiro dia, o dia da Páscoa, unindo, assim, a festa da libertação do povo de Israel, com a libertação da morte com a Vida.

Mas o que é, de fato, a Semana Santa?

A Semana Santa é a semana onde a Igreja celebra os últimos passos de Cristo na Terra. Desde a sua entrada triunfal em Jerusalém no Domingo de Ramos, passando pela Última Ceia (na Quinta Feira Santa), sua morte na Sexta Feira, e sua gloriosa ressurreição na Vigília do Sábado Santo, onde já celebramos o Grande Domingo da Páscoa do Senhor.

Porque existe a Semana Santa?

Não teria como a Igreja ignorar os últimos passos de Jesus, por isso ela faz memória de tudo o que Jesus passou, todas as “emoções” que Ele sentiu, suas dores, medos, angústias, a sua decisão de beber do cálice que o Pai estava lhe dando. Esse é o sentido e é por isso que existe a Semana Santa, para fazer memória de que Deus morreu por mim e por você!

Como viver a Semana Santa?

Pensa comigo… No domingo passado (Domingo de Ramos), Jesus entrou em Jerusalém, Ele já tá ligado que vai sofrer, que vai ter que carregar a Cruz e que vai morrer na sexta… Ele já tava ligado no rolê… o povo não sabia, mas Ele sabia… e hoje eu e você também sabemos… Agora imagina como foi essa semana pra Jesus? Cê acha mesmo que Ele ficou lá de boaça perdido no rolê? Mas não ficou neh amado!? Jesus já estava se preparando pelo que vinha pela frente e já sentia um medo, uma agonia. E é assim que nós temos que viver. Viver o que Jesus viveu, para na Sexta Feira Santa o nosso homem velho morrer e ressuscitar junto com Cristo no terceiro dia. Tudo aquilo que vivemos na Quaresma, de jejum e penitência, deve ser intensificado nessa semana, sempre buscando o sentido de que alcançaremos uma Vida Nova na Ressurreição.

Porque é um dos eventos principais da igreja? Qual sua importância?

A Semana Santa marca o Ano Litúrgico e é a partir da Páscoa que temos todas as outras Festas Móveis da Igreja. Durante a Semana Santa temos, o que a Igreja chama de, Tríduo Pascal – que começa na Missa de Lava Pés na Quinta Feira Santa e termina na Missa do Fogo Novo no Sábado Santo. Na Sexta Feira Santa não há Missa, chamamos de Celebração da Paixão, que se dá às 15h em todas as igrejas do mundo – é como se fosse uma Missa só, em três dias. A Quaresma termina com o início da oração das Vésperas da Quinta Feira Santa, pois daí inicia-se o Tríduo Pascal, que termina no Sábado Santo e depois, no domingo, temos o grande Domingo. O Domingo da Páscoa do Senhor, que é como se fosse o oitavo dia dessa semana, pois é onde ela se encerra. O Oitavo dia, segundo o Catecismo da Igreja Católica no parágrafo 2174, diz: “significa a nova criação, inaugurada com a ressurreição de Cristo. Este dia tornou-se para os cristãos o primeiro de todos os dias, a primeira de todas as festas, o dia do Senhor.”. É a Grande Esperança da Gloriosa vinda de Jesus no fim dos tempos, onde não haverão mais dias. Onde o Eterno nos alcançará.

Sabe aquele lance de que a Esperança não engana? Então até chegar na Esperança temos um longo caminho pela frente, o caminho do Calvário, do Sofrimento. E Jesus sofreu.

Vamos pedir a Jesus, que sofre por nós, a Graça da Fé e da Perseverança, para que nos ajude a viver bem esta Semana Santa, e que cheguemos com Esperança no dia da ressurreição a sua Páscoa Gloriosa.

 

Uma santa semana e boa Páscoa a vocês!

Tamo junto.

 

 

Leia tbm:

  • Roger Costa

    Que texto incrível!

  • Ana Mayla

    Boa tarde.
    Gostaria de saber como fazer para trazer vocês a minha cidade, no nosso grupo de oração?
    Por favor respondam!

  • Wanderlucia Maria Silva

    Onde e quando acontece o evento VERDADEIRA, evento so para mulheres?

  • Wanderlucia Maria Silva

    Onde e quando acontece o evento VERDADEIRA, evento só para mulheres?

Scroll Up