DANÇA

AQUILO QUE SOMOS REFLETE NO QUE FAZEMOS

Você acha que tudo está resolvido na sua vida?

 

Digo isso porque quando Deus nos chama temos a tendência de achar que tudo se ”ajeitou”, o fato de entendermos aquilo que Deus quer para nós já nos da a ideia de estarmos ”totalmente aprovados”.

 

Você conhece a historia de Saul?
Saiba que ele foi ungido pelo proprio Deus, mas não foi aprovado.

 

Estou dizendo isso para entendermos que o chamado de Deus é só o inicio de um grande processo, uma grande e ardua jornada, pelo qual TODOS vão passar.
Este processo atingi a nós, mas tambem as pessoas proximas de nós, principalmente aqueles de real convívio, todo seu ciclo de amigos. Entre o processo existe um caminho a ser feito, um caminho correto, para se chegar a Deus da maneira que Ele deseja. Porém tendemos a querer criar atalhos, pular todo o processo para que ”concluamos” e sejamos ”aprovados”.

 

PARA MELHOR EXPLICAR:

 

É como se você visse uma grande ponte entre Você e Deus, mas essa ponte tem obstáculos e dor, não é tão facil como na teoria atravessá-la, nesse momento você deve escolher e foi dado esta opção a você, você tem a opcão de passar pelo processo ou simplismente de pular esta ponte.

Quando optamos pelo processo, Deus nos da graças de TERMOS O NOSSO CARATER MUDADO.
Mas quando optamos por pular desta ponte quando chegarmos a Deus, chegaremos do mesmo jeito pois não haverá marca em nós, nada tera sido acrescentado ou retirado, pois quem pula da ponte não passa pelos obstáculos.

Mais uma vez nos deparamos conosco e percebemos que estamos no mesmo lugar, mas agora é hora de decidir.

Observe, as duas opções levam a Deus, porém os resultados são bem diferentes. Agora vamos pensar positivo creio eu que voce queira atravessar a ponte, sabe qual sera a primeira coisa que Deus ira fazer? Ele nos mostrara quem somos, e quando somos confrontados com o nosso proprio Eu, temos duas alternativas, ou analisamos nossos erros e mudamos, ou procedemos com os mesmo erros.

Olhar para o nosso Eu nos leva a ver e vivenciar coisas profundas, vivemos julgando as pessoas que estão ao nosso redor de egoístas, impacientes, mas nos confrontando percebemos que muitas das vezes nós é quem somos tudo isso.

Aprendi essa semana uma coisa, a culpa nunca sera 100% da outra pessoa, mas talvez ela seja 95% só minha.

PORQUE DE TUDO ISSO?

Para te falar uma coisa, dentro do ministério, no seu convivio de amizades as pessoas dizem muitas coisas, e que somos muitas coisas. Elas nos colocam rótulos e máscaras, mas nesse caso, errados somos nós, de aceitarmos isso como nosso. Minha sugestão a você é a seguinte, nesse momento pergunte a si mesmo: QUEM EU SOU?
É difícil responder isto né? Talvez nem consiga.

Mas agora se pergunte: QUEM ME ROUBA DE MIM?

Não deixe que as pessoas roubem você de si mesmo, e nem se permita se roubar de você mesmo.Você tem agido conforme realmente você é?

Vou te deixar uma tarefa opcional, se junte com seu ministerio e façam uma partilha para que vocês se conheçam.

 

O Cristão vive mas não tem a consciência de que traz em si um coração adormecido.
É PRECISO DESPERTÁ-LO.

O Senhor não vem ao nosso encontro de fora para dentro, Ele antes é o mendingo do amor que se faz ouvir internamente. Passe pelo processo, permita-se conhecer.

Leve para sua vida ministerial, quantas vezes disseram que você era vaidoso, e você acreditou. Será que você não estava querendo fazer o melhor para Deus como todos deveriam se esforçar para fazer? Espero que você reflita realmente suas atitudes quanto ministro, pensamentos e aceite passar pelo processo para que se conheça e seus irmãos conheçam a você igualmente.

Enviado do meu iPhone

Leia tbm:

Scroll Up